Setor 2814 #12 – Nós e nossas heróinas

E NO EPISÓDIO DE HOJE…

A Carol Bardese e o Bruno Castro recebem a presença de um ilustre time feminino: Alessandra de Souza, Cal (Cultural Not), Lady Sif (Iluminerds) e a Dani Marino (iluminerds e Minas Nerds) para uma conversa sobre representatividade feminina nas Hqs. Qual personagem feminino inspirou cada um? Qual a opinião sobre a sexualização das personagens? Quais HQs recomendam para conhecer algumas personagens femininas? Não deixe de conferir os links abaixo.

Links Relacionados:

Personagens mais inteligentes do Universo DC

Personagens mais inteligentes do Universo Marvel

Artigo: Comic Books are still made by men, for men and about men

Gal Gadot critica polêmica com a ONU

Lynda Carter critica polêmica com a ONU

Como as Mulheres estão mudando o mercado das HQs

Lady Comics

Minas Nerds

Ilustrações Camila Torrano

Ilustrações Germana Viana

Ilustrações Mary Cagnin

Ficticia

Mandibula Quadrinhos

A revolução das séries de HQs

 

Deixe seu comentário no final do post!

Nos ajude cada dia mais a fazer esse podcast voltado para o Universo DC, seu comentário é muito importante!

Escute também:

BC Comics – Canal da Bruna Calazans

 

 

 

Você pode gostar...

  • Diogo Morais Moura

    Concordo sobre o padrão feminino nas HQs, mas como gordinho, devo dizer que existe o mesmo padrão para os homens. O que falar de personagens que aparecem apenas de sunga ou apenas nus como o dr. Manhattan? Sou um GRANDE fã do Quarteto Fantástico e sobre os poderes defensivos da Sue, o que falar sobre o poder totalmente defensivo do Reed? O poder mental da Sue é capaz de derrubar inimigos apenas impedindo eles de respirar gente, é capaz de resistir ao calor de uma reentrada na atmosfera da terra (Vide destruição do edifício Baxter), Aliás, no mesmo evento, o “trem de pouso” foi a Mulher Hulk. Apesar de seguir o padrão de beleza das histórias, a Mulher Hulk é uma advogada, bem sucedida, Vingadora, Membro reserva do Quarteto e frequentemente luta contra o machismo em suas histórias. Parabéns pelo cast!

    • Bruno Castro

      Fala Diogo, concordo com alguns dos seus pontos. Apesar do problema com as personagens femininas serem maiores, não deixamos de ter problemas de padrão com os homens tbm. Um exemplo que sempre cito, porque o Oliver em Arrow aparece sempre sem camisa é o Barry, só porque é magro Dê mais nunca aparece? Ou seja, até no live action onde temos atores de todos os biotipos somente os fortoes tem o corpo exaltado. Bom saber sobre a mulher hulk, conheço bem pouco sobre a personagem. Volte sempre é continue nos ouvindo ai.

      Abraço

  • Olá pessoal do Setor 2814. Vocês mandaram muito bem com esse cast. Considero como sendo algo fundamental para combater o machismo produzir conteúdos como este episódio. Afinal de contas, trata-se de uma luta grande e digna. Sobre a questão do padrão feminino, acho que aos poucos o sexismo nos quadrinhos está perdendo espaço. Em relação a isso, sempre costumo pegar como exemplo o caso da Carol Danvers, a Capitã Marvel, que era retratada de uma forma muito sensualizada há pouco tempo e que hoje em dia tem não só um novo ( e belo uniforme) como também tem mais importância no Universo Marvel. Isso sem falar na Kamala Khan, a atual Miss Marvel, que também tem sido um belo exemplo de representatividade feminina assim como a Supergirl. Acho ótimo que exemplos como esses possibilitam que o público feminino possa também fazer cada vez mais parte do mundo nerd, como sempre deveria ser caso não houvessem tantos problemas como os já discutidos.

    Sobre o caso da Mulher-Maravilha na ONU, eu não sabia exatamente que esse cargo honorário funcionava dessa forma como foi explicado. Quando conversamos com a Cal no Leitura News 2, achava que seria mais interessante que fosse escolhida uma figura histórica ao invés de uma personagem fictício. De qualquer modo, escolher uma personagem como a MM ainda é complicado justamente por ela representar visualmente as cores dos EUA, por exemplo, e ter um corpo escultural.

    Outro detalhe que gostaria de comentar seria que nas séries de TV inspiradas em quadrinhos muitas personagens femininas tem conseguido ser bem trabalhadas além da Supergirl, é claro. Nesses casos, podemos citar Jessica Jones, Agente Carter, Sara Lance, Iris West, Melinda May, Skye/Daysy Johnson/Tremor, entre muitas outras. É uma pena que o cinema ainda não acompanhe isso com tanta vontade como na TV pois tenta personagem bacana que poderia ganhar mais espaço.

    Por último (prometo, gente, rs..tá acabando meu comentário ehhe) sobre os quadrinhos escritos/desenhados por mulheres acho que vale a pena mesmo termos cada vez mais o impulso de pesquisar e conhecer estes trabalhos. Se formos pensar na produção nacional, fica mais dificil ainda a questão da visibilidade. Graças a internet e também a muitas pessoas dedicadas a produzir conteúdo que chame atenção pra elas podemos ajudar nessa parte.

    É isso, pessoal. Parabéns pela abordagem desse tema que muito me interessa. Grande abraço.

    Obs: Achei ótima a mensagem da Carol na leitura de recados. Sinal de respeito e consideração para com o público ouvinte.

    • Bruno Castro

      Fala Marcus, primeiramente mande sempre comentários longos hehe é muito bom lê-los. Acho que com toda a luta que foi feita nos últimos anos é que agora vemos algumas dessas histórias/personagens que vc citou, como as da Marvel, isso é bem legal. E como vc bem citou nos mundos das séries, que estão surgindo muitas personagens femininas protagonistas e as coadjuvantes estão cada vez mais em destaque como vc bem destacou no seu artigo pelo Tarja Nerd (agora está adicionado ao post). Até engraçado que o público odiava a Iris e a Laurel nas primeiras temporadas de Flash e Arrow e agora elas são bem queridas.

      Por fim, que bom que gostou do tema, queríamos fazer a um tempo e ainda bem que as pessoas gostaram. Abraços.

  • Cleber Segundo

    Oi pessoal!

    Primeiro parabens pelo casamento, e sucesso na nova relação com a vida.

    A escolha do tema foi muito bem escolhido. E gostei de ouvir muitas vozes femininas no podcast, ouço alguns podcast e a maioria esmagadora é de marmanjos e é chato só ouvir um lado da visão do ser humano. Afinal sem as mulheres nós não seriamos nada.

    Das garotas apresentadas a unica que já conhecia de bater papo era a Lady Sif do HUB dos Mochileiros. De resto a bancada esteve muito bem.

    Das personagens femininas da DC a que mais gosto é a Canario Negro (das HQ´s, e não a coisa horrivel que fizeram com a personagem na serie Arrow), apesar de mostrarem ela sempre com aquela roupa a la prostituta (horrivel retrarem as mulheres nas HQ´s deste jeito, nunca gostei do uniforme dela) ela sempre foi uma das personagens mais representativas do universo feminino nas HQ´s. Ná marvel sempre gostei da personagem Jessica Jones por ela não querer ser o estereótipo da super heroina classica com roupas sensuais, ela procura usar roupas mais fechadas e condizentes a uma lutadora.

    Bruno a lista de mais inteligentes da DC não faz jus a dois herois. Esqueceram de mencionar o Superman e nossa querida Supergirl. Sim, o Superman tem uma mente brilhante e talvez seja muito mais inteligente que o Luthor ou o brainiac…Mas, insistem em mostrar o personagem apenas como um brutamontes. E Nunca é mencionado que a Kara quando saiu de Kripton já era uma pré adolescente e por conviver com os pais cientistas deve ter tido uma educação muito avançada até para os padrões de Kripton e a nivel de planeta Terra no universo DC ela deve ter mais conhecimento do que muitos cientistas que tem na terra. Só que mais uma vez insistem em mostrar a personagem como só musculos e rostinho bonito.

    Infelizmente o universo das HQ´s sofre por misóginia. Ao contrario do cinema a tv consegue mostrar um avanço maior na representatividade feminina no universo dos herois.

    Carol não importo com o trocadilho com meu sobrenome, até porque já é de costume ouvir as piadas do pessoal nos comentarios dos podcast que ouço. Nada é pejorativo quando é feito de bom coração.

    Esperando mais cast deste nivel, falando com certeza que este vai ser sempre o numero 1 do programa de voces. Um debate de alto nivel, mostrando que mulher não precisa estar no salto alto para mostrar que é melhor ou até superior a muito marmanjo que se diz top por ai.

    Até o proximo cast guardiões

    • Cleber Segundo
    • Bruno Castro

      Fala Cleber, sem palavras para o seu comentário, ficamos bem felizes msm de estar gostando de todos os formatos do cast. Concordo demais com você que esquecem sempre dos Supers justamente por causa dos músculos, mas a quantidade de conhecimento que eles obtiveram com os arquivos de Krypton os deixam bem fodas, mas infelizmente colocam outros personagens o Batman como mais fodão em questão simplesmente por eles serem assim.

      Sobre a Canário, realmente ela tem uma grande importância, apesar da roupa (que até ai qualquer heroina mulher tinha uma roupa bem curta e sensual naquela epoca) ela foi bem importante para as mulheres qnd ingressou na sociedade da justiça nos anos 40 e perdurou até hj com sua importância.

      Obrigado pelas felicitações do casamento 😀

      Abraços

  • Thiago De Almeida Silva

    Coloquei os casts em dia!!! 😀

    Então, parabéns pelo programa, opiniões bem embasadas, sem forçar polêmicas ou opiniões controversas. Tudo tratado com muita maturidade. Gostei mesmo!
    Só desse programa de vocês já roubei 2 pautas lá pro Zoneando. Então não vou comentar muita coisa por enquanto e já aguardo vocês por lá!
    HOLA!!!!

    • Carol Bardese

      Agora fiquei curiosa pras pautas!! 😀

  • Thiago De Almeida Silva

    PS: Carol na parte dos comentários: “Gente vou ler esse juramento do Lanterna Maior com mais enfase, para ficar uma coisa mais épica”.
    Ae vai e lê do mesmo jeito que estava falando antes. HAHAHAHA
    Ai Carol, melhor leitura de comentários! 😀

    • Carol Bardese

      hahahahahaha eu juro que tentei!!

  • Pingback: Leituracast 20 | Mulheres Fora de Série - Leituraverso()